Psicanálise

 

O CNMP em parceria com a Falculdade Einstein, e´ uma organização de neurociências, criada para que a pesquisa e as condições de treinamento interajam com cientistas e programas de pesquisa. Esses programas interativos favorecem análises construtivas dos aspectos e complexos da Neurociências. Nossas pesquisas incluem programas em Neurociência celular, desenvolvimento visual, auditivo e transdução sensorial e de transformação e mecanismos de controle neuromuscular .
Outros programas de pesquisa, focam no controle neural e neuroendócrino do comportamento e a neurobiologia molecular, biofísica e de membrana, neurociência computacional e mecanismos proprioceptivos em seres humanos. A faculdade oferece uma longa tradição de apoio interdisciplinar com  esforços científicos e de grupos de pesquisa fortes em áreas afins, tais como a biologia molecular e biologia celular. Estudantes de pós-graduação tomam vários cursos básicos de neurociência e praticam em três laboratórios antes de decidir sobre uma área para pesquisa de dissertação. Um grupo de tamanho moderado de estudantes de graduação e pós-doutorados, altamente selecionado é mantido no Instituto. Subsídio de pesquiza está disponível para estudantes de graduação e mulheres e indivíduos de grupos sub-representados são especialmente encorajados a aplicar.

 

O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM PSICANÁLISE (PGPSA) é uma instância acadêmica do Departamento de Psicologia e comporta os cursos de Lato Sensu, Mestrado e Doutorado em Psicanálise (pós-graduação stricto sensu), com área de concentração em Pesquisa e Clínica em Psicanálise, e um Curso de Especialização, o CEPSAM – Curso de Especialização em Psicanálise e Saúde Mental.

Nossa proposta de programa baseia-se na concepção segundo a qual, em Psicanálise, em função de princípios metodológicos específicos – introduzidos pela obra de Sigmund Freud e sustentados pelo ensino de Jacques Lacan -, a clínica não se constitui como lugar de aplicação do saber teórico, mas como lugar de sua produção. Dentre as inúmeras consequências que decorrem dessa concepção, destacamos aquela que concerne à atividade de pesquisa em sua relação com a clínica. Sendo esta o lugar, por excelência, de produção do saber psicanalítico, a dimensão da pesquisa articula-se com ela por uma determinação da própria metodologia da Psicanálise.


Ao optarmos por ressaltar esta articulação na fundação de nosso programa, nomeando sua área de concentração como Pesquisa e Clínica em Psicanálise, decidimos por consentir no movimento da própria estrutura do saber psicanalítico e esta é uma das razões pelas quais o programa encontrou um lugar proeminente entre aqueles que compõem o quadro acadêmico-institucional da Pós-Graduação em Psicanálise no Brasil, firmando-se cada vez mais como uma referência na comunidade.


O Programa vem cumprindo suas metas, ao associar a prática da pesquisa científica a questões oriundas da prática clínica da psicanálise exercida não apenas em seu locus tradicional, o consultório particular, mas igualmente ali onde ela encontra enormes desafios – a instituição de saúde e de saúde mental, a instituição de reabilitação, a instituição penitenciária, entre muitos outros campos clínico-institucionais. A consolidação desse trabalho deu ensejo à sua ampliação e crescimento para o nível de Doutorado.


Nosso objetivo é formar Especialistas, Mestres e Doutores, pesquisadores, docentes e profissionais cujas atividades são desempenhadas, com muita frequência, no campo institucional e público de saúde. A Psicanálise tem uma fértil contribuição a dar a um elevado número de situações clínicas que se configuram como objeto de intervenção institucional na rede pública de equipamentos e serviços de saúde mental, tais como: neuroses, psicoses, psicoses infantis e autismo, quadros neurológicos diversos, deficiências inatas e adquiridas, toxicomanias e alcoolismo, distúrbios alimentares, delinquência e situações de risco social, entre outras, em ampla escala social de atendimento.


Os objetivos do PGPSA são a criação de condições acadêmicas para que o exercício da pesquisa avançada no campo da psicanálise encontre as vias de seu desenvolvimento, tomando os impasses e desafios que se colocam na prática clínica do psicanalista – seja em sua clínica privada, seja no campo social e institucional de atenção à doença mental – como fecundas questões e problemas a serem investigados, e fazendo avançar o saber, ao dar suporte à intervenção clínica e concreta do psicanalista a partir do saber produzido pela pesquisa.


Em seus objetivos, o Programa também inclui a produção e o desenvolvimento de pesquisas no campo estritamente teórico, metodológico e ético, tais como a análise e produção de conceitos, o exame de problemas da teoria, e, além disso, a elaboração e o aperfeiçoamento das conexões da psicanálise com outras disciplinas.


O objetivo de formar docentes de ensino superior atravessa, evidentemente, todas essas atividades de pesquisa, mas não constitui a meta exclusiva do Programa, na medida em que entendemos que o ensino superior não é uma atividade meramente profissionalizante ou técnica, exigindo a dimensão de aprofundamento reflexivo inerente à pesquisa como condição essencial e não contingente de seu desenvolvimento.


Uma palavra a respeito do lugar da Psicanálise na Universidade e sua relação com a Instituição Psicanalítica. Se verificamos, cada vez mais, que a relação entre Psicanálise e Universidade é fecunda, isso não significa de modo algum que esta possa substituir o lugar da instituição psicanalítica na formação de psicanalistas. À Universidade cabe a tarefa de transmitir o saber psicanalítico e estabelecer condições de pesquisa nesse campo, não substituindo a função da instituição psicanalítica, à qual cabe, com exclusividade, estabelecer as condições para o funcionamento de dispositivos capazes de elaborar as questões e problemas relativos à formação do psicanalista.

 

Linhas de Pesquisa

 

LINHA 01: TEORIA, MÉTODO E ÉTICA DA PSICANÁLISE APLICADA ÀS QUESTÕES DA CLÍNICA

COD

PROJ

PROJETO/TÍTULO

L1

P01

A CLÍNICA PSICANALÍTICA PARA ALÉM DAS NEUROSES DE TRANSFERÊNCIA

L1

P02

A ESCRITA EM PSICANÁLISE

L1

P03

A ESTRUTURA DA FORMAÇÃO PSICANALÍTICA

L1

P04

A ÉTICA DA PSICANÁLISE

L1

P05

A INTERPRETAÇÃO EM PSICANÁLISE

L1

P06

AS CONSEQÜÊNCIAS CLÍNICAS DA PLURALIZAÇÃO DOS NOMES-DO-PAI

L1

P07

CLÍNICA DO SUJEITO E ATENÇÃO PSICOSSOCIAL: NOVOS DISPOSITIVOS DE CUIDADO NO CAMPO DA SAÚDE MENTAL

L1

P08

DIREÇÃO E FINAL DA EXPERIÊNCIA PSICANALÍTICA E FORMAÇÃO DO PSICANALISTA EM ESCOLA

L1

P09

O CORPO-SINTOMA

L1

P10

O DISPOSITIVO PSICANALÍTICO AMPLIADO NA CLÍNICA INSTITUCIONAL DE SAÚDE MENTAL

L1

P11

OS QUATRO CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA PSICANÁLISE E A FANTASIA

L1

P12

PSICANÁLISE APLICADA AO CAMPO INSTITUCIONAL

L1

P13

PSICANÁLISE COM ADOLESCENTES

L1

P14

A VOZ COMO OBJETO A E O CORPO

L1

P15

PSICANÁLISE COM CRIANÇAS:TEORIA, MÉTODO E ÉTICA

L1

P16

PSICANÁLISE E FEMINILIDADE: QUESTÕES TEÓRICAS E CLÍNICAS NA ATUALIDADE

L1

P17

A PSICANÁLISE APLICADA AO CAMPO DA ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

L1

P18

CRIANÇA E ADOLESCENTE EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL: UM ESTUDO SOBRE O DESAMPARO, A ANGÚSTIA E OS PROCESSOS IDENTIFICATÓRIOS

 

LINHA 02: PROBLEMAS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E CONEXÕES DA PSICANÁLISE

COD

PROJ

PROJETO/TÍTULO

L2

P01

A PSICANÁLISE, A CIÊNCIA E O SOCIAL

L2

P02

DA CLÍNICA DESCRITIVA À NOSOLOGIA: DIAGNÓSTICO E TERAPÊUTICA NA CLÍNICA PSIQUIÁTRICA E PSICANALÍTICA

L2

P03

INTERSEÇÕES E EXCLUSÕES: PSICANÁLISE, NEUROCIÊNCIAS E PSIQUIATRIA

L2

P04

O CASO CLÍNICO COMO UNIDADE DE ANÁLISE E DE CONFRONTO DOS PARADIGMAS DA CLÍNICA PSIQUIÁTRICA E DA CLÍNICA AMPLIADA DA REFORMA PSIQUIÁTRICA BRASILEIRA

L2

P05

PATERNIDADE E DELITO

L2

P06

PSICANÁLISE E ARTE

L2

P07

DESENVOLVIMENTO DA TEORIA PSICANALÍTICA


Especialização em Psicanálise e Saúde Mental

 

 

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

CRÉDITOS

CARGA HORÁRIA

TEORIA DA CLÍNICA PSICANALÍTICA

03

45

CLÍNICA PSICANALÍTICA NA INSTITUIÇÃO

03

45

PSICANÁLISE E ESTRUTURAS CLÍNICAS

03

45

DIREÇÃO ÉTICA DA EXPERIÊNCIA ANALÍTICA

03

45

PRÁTICA DE PESQUISA E CLÍNICA I

03

45

PRÁTICA DE PESQUISA E CLÍNICA II

03

45

MONOGRAFIA

03

45

QUESTÕES DA CLÍNICA PSICANALÍTICA I

03

45

QUESTÕES DA CLÍNICA PSICANALÍTICA II

03

45

TÓPICOS ESPECIAIS EM PSICANÁLISE

03

45

PSICANÁLISE E SAÚDE MENTAL

04

60

TOTAL:

34

510

 

 

© 20OO CFMBM Todos os Direitos Reservardos

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram